MONO-BLOCOS

A obra dialoga com a noção de intervenção urbana lidando com algumas variáveis da relação dança/ corpo/ cidade, a saber:

Corpo jogos blocos: o trabalho se organiza a partir da lógica de jogos, que objetiva gerar uma relação de instabilidade na cena construída.

Corpo técnica ambiente. A técnica, a cidade e a biografia são ambientes que interagem entre si.

Corpo público código: Além do publico transeunte, há um público convidado que tem acesso a diferentes códigos, e por isso estabelece percepções distintas do trabalho.

Corpo cidade expandida: o espaço está adesivado com QR Code, e o público está convidado a  explorar  e descobrir com o celular para qual lugar será levado.

MONO-BLOCOS

The work dialogues with the notion of urban intervention dealing with some variants from the relations among dance/ body/ city such as:

Body games blocks: The work is set from a logic of games aiming to create a relation of instability on the scene built.

Body technique environment. The technique, the city and the personal biography are different environments interacting among themselves.

Body public code: Beside the passer-by public, there is a selected audience which has access to different codes and for that, is able to access distinct perceptions of the work.

Body expanded city: the space has adhesives printed with QR Code and the public is invited to explorer and find out with their mobiles for which place they will be taken.

RELEASE

RIDER TECNICO

VIDEO