SUGESTÕES PARA UMA CIDADE HABITAR UM CORPO

A oficina Sugestões para um Corpo Habitar uma Cidade tenciona a relação corpo cidade, considerando as dimensões arquitetônicas físicas e sociais. A noção de ambiente é considerada em três estâncias, a cidade com suas características como volumes, texturas e obstáculos, a biografia técnica do aluno e seu histórico de uso do corpo, e por fim, o sistema técnico corporal sugerido na aula composto por movimentos básicos denominados princípios técnicos corporais, que são estratégias de quedas, rolamentos, apoios e usos do corpo na cidade que possuem afinidade com manifestações como Parkour, B.boying e Release Technic.

 

Objetivo: expor os alunos a relação corpo/ambiente/cidade e o ambiente/técnica corporal, afim de perceber qual corpo resulta dessa interação? Que cidade emerge desse uso?

 

Metodologia: A aula está organizada em estruturas de jogos de fácil compreensão que dialoga com a idéia estrutura intuitivas, e por isso de rápido absolvição.

 

Público Alvo: Praticantes de dança em geral, principalmente envolvidos com propostas vinculadas a Dança Contemporânea, atores e performers com formação em Artes Visuais e público em geral interessados nas informações propostas que vinculem o corpo a cena.

 

Vagas: 20 vagas

 

Carga Horaria: 3 horas

Necessidades técnicas: espaço aberto preferencialmente com variações de pisos e volumes como praças ou pátios. Roupas confortáveis e que não impeçam o movimento, joelheiras e cotoveleiras são bem-vindas.


SUGESTÕES PARA UMA CIDADE HABITAR UM CORPO

A oficina Sugestões para um Corpo Habitar uma Cidade tenciona a relação corpo cidade, considerando as dimensões arquitetônicas físicas e sociais. A noção de ambiente é considerada em três estâncias, a cidade com suas características como volumes, texturas e obstáculos, a biografia técnica do aluno e seu histórico de uso do corpo, e por fim, o sistema técnico corporal sugerido na aula composto por movimentos básicos denominados princípios técnicos corporais, que são estratégias de quedas, rolamentos, apoios e usos do corpo na cidade que possuem afinidade com manifestações como Parkour, B.boying e Release Technic.

 

Objetivo: expor os alunos a relação corpo/ambiente/cidade e o ambiente/técnica corporal, afim de perceber qual corpo resulta dessa interação? Que cidade emerge desse uso?

 

Metodologia: A aula está organizada em estruturas de jogos de fácil compreensão que dialoga com a idéia estrutura intuitivas, e por isso de rápido absolvição.

 

Público Alvo: Praticantes de dança em geral, principalmente envolvidos com propostas vinculadas a Dança Contemporânea, atores e performers com formação em Artes Visuais e público em geral interessados nas informações propostas que vinculem o corpo a cena.

 

Vagas: 20 vagas

 

Carga Horaria: 3 horas

Necessidades técnicas: espaço aberto preferencialmente com variações de pisos e volumes como praças ou pátios. Roupas confortáveis e que não impeçam o movimento, joelheiras e cotoveleiras são bem-vindas.