Confira a passagem por Jaboatão dos Guararapes

Confira a passagem por Jaboatão dos Guararapes

Semana passada finalizei minha terceira participação no SESC Dramaturgias 2019, dessa vez estive em Pernambuco no município de Jaboatão dos Guararapes na Casa de Cultura da cidade, um prédio lindo e muito peculiar localizado em uma região mais antiga da cidade. A intenção do SESC em promover o curso na região, faz parte de uma estratégia para reativar a vida cultural local, já que a casa de cultura fica muito próxima ao Cine Teatro Samuel Campelo, equipamento cedido ao SESC pela prefeitura e que também teve programação intensa do Aldeia Yapoatan e do Palco Giratório.
Dessa vez o público foi pequeno, mas a semana não foi menos intensa por isso, pelo contrário, o público que compareceu possuía muito experiência e foi possível testar várias possibilidades de movimentos, configurações espaciais, articulação entre repertórios individuais e por fim explorar possibilidades de composição.
Um traço peculiar do grupo que se formou foi que a maioria estuda Ballet e se interessa por Danças Urbanas, isso fez com que características como a amplitude dos movimentos ganhasse destaque. No Brasil as Danças Urbanas se aproximaram mais da Dança Contemporânea nos últimos anos, mas com alguma frequência se nota a aproximação de dançarinos urbanos com escolas e Cias de Ballet. Após o meu início nas Danças Urbanas, me aproximei primeiro das escolas de Dança Clássica e só posteriormente cheguei a Dança Contemporânea.
A oficina q estou ministrando no SESC Dramaturgias, privilegia o contato entre as Danças Urbanas e Dança Contemporânea, mas isso não significa que as Danças Urbanas não estabeleçam contato com outras matrizes. Isso fica evidente ao observar a proximidade com o Ballet, mas tbm com as Culturas Populares ou mesmo o teatro, gerando múltiplas corporeidades e modos de ir ao palco. @ Casa da Cultura De Jaboatão dos Guararapes

Leave a Comment